Em palestra no Digital Age 2.0, o gerente geral da Ogilvy Interactive, Michel Lent, diz que só assim elas conseguirão remunerar seus esforços.

 

Para sobreviver à ameaça dos pequenos fornecedores de mídia, as grandes empresas de conteúdo deveriam investir em algo tão simples quanto desafiador: buscar o incrível.

 

Em sua palestra nesta quinta-feira (19/8), último dia do Digital Age 2.0 2010, o gerente geral da Ogilvy Interactive, Michel Lent, ressaltou que a busca de conteúdo relevante e de qualidade é não apenas importante, mas vital para as grandes empresas.

 

Para expor sua ideia, Lent apoia-se na alegoria da “cauda longa”, que foi popularizada pelo editor da revista Wired, Chris Anderson, em seu livro “The Long Tail”.

 

Na ilustração de Anderson, tal como adaptada por Lent, a maior parte do conteúdo é fornecida por poucas empresas (a cabeça da cauda), ao passo que uma variedade de conteúdos é publicada por uma rede quase infinita de pequenos fornecedores (a cauda longa).

 

Lent diz que, tal como no passado, a conta do conteúdo é paga com publicidade e vendas. A diferença é que, para as empresas no fim da cauda longa, as contas conseguem ser pagas com a receita que obtém.

 

Em relação às grandes corporações, no entanto, a questão tem outra dimensão. “Só a cabeça da cauda longa é capaz de pagar as corporações. Se as corporações precisam de grandes volumes de receita, então ficar na cabeça da cauda é vital.”

 

Para conseguir isso, a resposta é óbvia, diz Lent: “buscar o incrível”. Para o executivo, a solução está na qualidade do que está sendo feito. “E qualidade, aqui, significa ser relevante para a coletividade.”

 

Como exemplos, Lent enumerou diversas empresas e produtos que conquistaram reputação com a qualidade de seus produtos. “Google, Firefox, Apple, Sony Walkman, Fender. Todas essas marcas têm em comum a qualidade e a relevância do que é feito.”

 

“O melhor modelo de negócio é também o mais simples. Construa coisas incríveis e a audiência virá”, salienta.

 

fonte: Robinson dos Santos, do IDG Now!

 


Sexta, Março 21, 2014

« Voltar