As empresas têm utilizado cada vez mais a Internet para divulgar produtos e serviços, sendo necessários profissionais de marketing digital e e-commerce. A dificuldade, porém, tem sido encontrar pessoas especializadas na área

 

Com o aumento do número de usuários da Internet e, consequentemente, o número de acesso à rede, cresce também o interesse das empresas de estarem presentes na web, para divulgar produtos e serviços. A ideia é estar aparecer da melhor forma, aumentando o posicionamento nas pesquisas dos internautas. Também há o interesse em facilitar a vida dos clientes, com sites de compra on-line, que proporcionam comodidade e evita o deslocamento para conhecer ofertas ou adquirir produtos.

 

Não é a toa que muitas empresas têm aproveitado para divulgar serviços e produtos em sites próprios ou nas mídias sociais, como Facebook e Twitter. Muitos empresários já têm percebido que essas novas formas de comunicação podem ser eficientes na hora de divulgar a marca. Porém, não tem sido fácil encontrar profissionais especializados para trabalhar com marketing digital e com e-commerce (comércio eletrônico).

 

Dados divulgados pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo apontam que 79% dos contratados pelas empresas no primeiro semestre para os sites de compra não tinham as habilidades necessárias para o cargo. Segundo os dados, 22% das empresas não sabiam onde encontrar currículos específicos para a área de e-commerce e 20% tinham dificuldade em contratar por oferecer salário mais baixo do que o solicitado pelo profissional.

 

Salários:

Em São Paulo, quem trabalha com e-commerce pode ganhar cerca de R$ 6.000

 

fonte: opovo.com.br



Terça, Junho 30, 2015

« Voltar